Um dos maiores problemas dos homens na hora de se vestirem para ocasiões especiais é saber como dar nó em gravata. Podemos dizer que, a maioria deles, quando chegam aqui em nossa loja, já pedem o nó pronto, para facilitar a vida. Outros acabam procurando tutoriais na internet — o que achamos bem válido, já que eles aprendem realmente a fazer o nó. Mas…

… Como dar nó em gravata?

Se o último caso é o seu, você acabou de encontrar o melhor post para aprender passo a passo como colocar com maestria a sua gravata e ficar pronto para sua ocasião especial (seja ela casamento, formatura ou outros eventos de gala, por exemplo). Quer aprender como se faz? Então veja 4 maneiras simples que preparamos didaticamente para você!

1. Nó simples

O nome já diz tudo: este é o nó mais simples de todos! E o melhor é que ele cai bem na maioria das ocasiões e deixa a gravata bem ajustada ao visual. Uma dica interessante é investir nesse tipo de nós se você tiver o pescoço curto, aliás, principalmente se o acessório que você for usar tiver o tecido mais encorpado e pesado — pois o nó fica pequeno.

Como você pode ver no diagrama abaixo, você só precisa colocar a gravata por baixo do colarinho e cruzar a parte larga sobre a parte estreita. Depois, é só deslizar a parte mais larga sobre a estreita novamente, enrolando as duas partes. No final, passe por cima a parte larga e coloque-a por dentro da segunda volta que foi feita antes. Daí, é só puxar a ponta e deslizar a parte mais larga sob a estreita, dando o nó. Pronto! Você só precisa ajustar direitinho ao pescoço.

Tome cuidado apenas para que a parte mais estreita não seja vista — ela precisa estar alinhada atrás da parte larga da gravata.

nó simples

Como dar nó em gravata: nó simples

2. Nó duplo

Se você prestou atenção na forma como é feita o nó simples, vai entender rapidinho como é o nó duplo, já que ele é uma evolução do primeiro. Esse tipo de fechamento da gravata cai bem em qualquer visual, principalmente em ternos slim, por exemplo, já que dá um ar mais polido ao look masculino. Porém, é mais indicado para tecidos médios ou mais leves, ok?

Assim como no primeiro caso, você coloca a gravata no colarinho, passa a parte mais larga por cima da estreita, dá uma volta completa por ela e finaliza passando a ponta larga por dentro da última volta. Parece bastante com o nó simples, não é verdade? Mas, se você notar na imagem abaixo, vai perceber que existe uma pequena diferença no resultado final, já que o nó fica mais justo e firme.

Como dar nó em gravata: nó duplo

Como dar nó em gravata: nó duplo

3. Nó semi-windsor

Se você já aprendeu como se faz os nós mais simples, pode passar de nível e testar no seu visual o nó semi-windsor. Ele não é tão grosso, mas também não é muito fino como o nó duplo, e também pode ser usado na maioria dos eventos especiais que você precisa ir.

O passo a passo abaixo mostra como esse nó é um pouquinho mais trabalhado, uma vez que, a partir do terceiro passo, você dá uma volta para a vertical, em vez de já partir para a finalização do nó. Depois que você sobe com a ponta mais grossa, ela desce novamente, passando pela frente de onde será formado o nó, novamente. Depois disso, a ponta larga volta para cima de novo, e desce passando por dentro da última volta.

Como dar nó em gravata: nó semi-windsor

Como dar nó em gravata: nó semi-windsor

4. Nó Windsor

Deixamos por último o nó mais trabalhado, mas que não é tão complicado assim, como muitos pensam. O semi-windsor, na verdade, já te prepara para o nó windsor bem fácil. Esse tipo de nó clássico, porém, não combina com qualquer tipo de colarinho — somente os mais abertos, tipo os italianos — e pede também gravatas mais largas com tecidos mais leves.

O nó windsor é mais grosso que os anteriores, pois é feito de 4 nós, o que o deixa bem sofisticado, mais indicado para ocasiões bastante formais (ou naquelas que você precisa passar uma ótima “primeira impressão”). Como mostra o diagrama abaixo, depois de passar o lado mais largo por cima da ponta fina da gravata, você vai passá-lo por dentro da volta duas vezes. Dessa forma, a ponta mais fina vai ficar “presa” pelos dois lados.

Depois disso, você vai passar a ponta mais grossa pela frente do lugar onde ficará o nó e, então, vai subir mais uma vez, passando por dentro da última volta, finalizando o fechamento da gravata.

Como dar nó em gravata: nó windsor

Como dar nó em gravata: nó windsor

Viu como dar nó em gravata é uma coisa super fácil? Você não precisa mais pedir para a sua gravata já vir com o nozinho pronto! Agora, aliás, pode até variar os estilos de nós, para deixar o visual sempre diferente e mais incrementado. Gostou? Se estiver com dúvidas ou quiser mostrar outro nó que você também conhece, comente aqui no post! Vamos adorar conhecer maneiras novas!



QUER RECEBER DICAS PARA O SEU CASAMENTO?

ASSINE GRATUITAMENTE  E RECEBA ASSESSORIA DE QUEM MAIS ENTENDE DE CASAMENTOS.

Ficamos feliz em fazer parte desse momento especial, obrigado

%d blogueiros gostam disto:
SiteLock